COVID-19 é o nome que a OMS (Organização Mundial da Saúde),atribuiu à doença provocada pelo coronavírus SARS-COV-2. Este novo vírus, identificado pela primeira vez em humanos, no final de 2019, na cidade chinesa de Wuhan, pode causar infeção respiratória grave como a pneumonia e sabe-se hoje que pode provocar danos relevantes noutros órgãos do corpo humano tais como coração e rins.

Embora em grande parte dos infetados as consequências da infeção não sejam relevantes, acontece particularmente no grupo etário mais velho, poder tornar-se particularmente mortífero.

O que é a COVID-19?

As novas variantes deste vírus recém descobertas, (Inglesa, sul africana, brasileira e mexicana) parecem ser bastante mais agressivas quer do ponto de vista do contágio quer da mortalidade associada.

À semelhança dos outros vírus, não existe à data tratamento efetivo para a doença. A indústria farmacêutica, suportada por investimentos massivos dos governos de muitos países, estão numa corrida como nunca aconteceu para trazer à luz, novos retrovirais e vacinas.

O que são os coronavírus?

Os coronavírus são um grupo de vírus capazes de provocar infeções nos humanos e nos animais. Normalmente estas infeções estão associadas ao sistema respiratório, provocando tosse, febre e eventualmente dificuldades respiratórias. Nas formas mais agudas a infeção pode evoluir para uma doença mais grave, como a pneumonia.

Porquê o nome de COVID-19?

Foi a OMS (Organização Mundial da Saúde) que atribuiu o nome, COVID-19. O nome da doença resulta das palavras “Corona”, “rus” e “Doença” com indicação do ano em que surgiu (2019).

Qual a diferença entre COVID-19 e SARS-COV-2?

SARS-CoV-2 é o nome do novo coronavírus que foi detetado na China, no final de 2019, e que significa “síndrome respiratória aguda grave – coronavírus 2”. 

A COVID-19 é a doença que é provocada pela infeção pelo coronavírus SARS-CoV-2.

Quais são os sinais e sintomas mais frequentes?

Os sintomas mais frequentes associados à infeção pelo COVID-19 são:

  • Febre (temperatura ≥ 38.0ºC) sem outra causa atribuível
  • Tosse 
  • Dores de cabeça
  • Dores generalizadas do corpo
  • Dificuldade respiratória/dispneia, sem outra causa atribuível
  • Perda total ou parcial do olfato (anosmia)
  • Enfraquecimento do paladar (ageusia) ou perturbação ou diminuição do paladar (disgeusia) de início súbito

Em casos mais graves, pode levar a pneumonia aguda com insuficiência respiratória aguda, falência renal e de outros órgãos, e eventual à morte.

Como se transmite o coronavirus Covid-19?

Tanto quanto se sabe, o vírus responsável pela doença COVID-19 transmite-se de duas formas;

A primeira, de pessoa-a-pessoa por contacto direto ou próximo com pessoas infetadas pelo SARS-CoV-2 (transmissão direta).

A 2ª pelo contacto com objetos e/ou superfícies contaminados (transmissão indireta).

A transmissão por contacto direto ocorre quando gotículas exaladas através do nariz e/ou boca de uma pessoa infetada, ao respirarem ou quando tossem ou espirram, atingem diretamente a boca, nariz ou olhos de outras pessoas que estejam próximas.

Essas mesmas gotículas provenientes da respiração, podem depositar-se em objetos ou superfícies que rodeiam a pessoa infetada. Quando outras pessoas tocam com as mãos nessas superfícies ou objetos e depois inadvertidamente tocam na boca, nariz ou olhos, podem contrair a doença.

Saiba o que pode fazer para minimizar as hipóteses de contágio pelo CVID-19.

About The Author

Aromalimpa é uma empresa de limpeza e desinfeção criada há mais de 12 anos. Atua nos mercados doméstico, empresarial, industrial e comercial.
sidebar-cta-repairs
sidebar-cta-careplan
sidebar-cta-installations

Comments

More Posts You May Find Interesting