Limpeza anti-alérgica

Limpeza anti-alérgica

Em qualquer ambiente, mesmo nos aparentemente mais limpos, coexistem milhões de seres e partículas microscópicas, impossíveis de ver a olho nu. Entre estes invasores estão os ácaros do pó e os pólens.
Embora os ácaros não transmitam qualquer tipo de doença, a exposição (sobretudo a inalação) de algumas proteínas presentes nos seus cadáveres e fezes, podem desencadear doenças alérgicas com significativas implicações na qualidade de vida. Este problema é sobretudo evidente nas crianças.
Nariz entupido, espirros e comichão nos olhos clássicos são sinais de alergia respiratória.

Para obviar ou pelo menos mitigar estes problemas, é necessário proceder a uma limpeza das habitações de forma diferenciada, com procedimentos adequados e usando dispositivos capazes de reterem no seu interior as partículas alergénicas, impedindo-as de flutuarem e se acumularem livremente por toda a residência, nomeadamente nos quartos e camas.

O que são os ácaros?

São animais microscópicos – num grama de pó podem viver mais de 3000 indivíduos – com uma excepcional capacidade de reprodução. Os ácaros do pó da casa são considerados a principal causa de alergias do aparelho respiratório. Alimentam-se de partículas em decomposição, tais como as escamas de pele humana e proliferam com mais facilidade em locais húmidos e com temperaturas.

O que são pólenes?

Os pólenes são partículas naturais produzidas pelas flores. As dimensões destas partículas são muito variadas, sendo as mais pequenas as mais prejudiciais pois para além de flutuarem durante muito mais tempo, são mais facilmente ingeridas.
Tal como os ácaros, os pólenes são responsáveis pelo desencadear de crises alérgicas. As épocas de polinização são as mais criticam devendo evitar-se manter as janelas abertas por longos períodos de tempo, em particular ao princípio e ao fim do dia.

Limpeza anti-alérgica

Como se referiu acima, os ácaros e as partículas de pólenes mais finos não são visíveis pelo olho humano. Não adianta pois passar um pano nos móveis, varrer ou mesmo aspirar o chão. Mais não fazemos do que retirar as partículas grandes, as que vemos, e dispersar aleatoriamente por toda a casa as mais pequenas e nocivas.
Temos antes de fazer uso de técnicas de micro filtragem – disponíveis – que nos permitam reter e assim retirar do ambiente as mais pequenas e nocivas partículas.

Os filtros HEPA

HEPA (High Efficiency Particulate Air), é a sigla que identifica um tipo de filtros de alta eficiência em micro filtragem.
Os filtros HEPA foram desenvolvidos segundo alguns requisitos da indústria aero espacial no que toca às necessidades de filtragem do ar. Hoje em dia, são usados em aviões, hospitais, comboios, purificadores de ar e aspiradores.
Um filtro Hepa pode filtrar até 99,9% das impurezas contidas no ar ambiente, que respiramos, no qual se incluem particulas de pó, pólenes, ácaros e mesmos alguns tipos de vírus e bactérias.

Porquê usar aspiradores com filtro Hepa

Num aspirador convencional ou mesmo num de água, o ar e as partículas de sujidade bem um conjunto imenso de poluentes entram pelo bocal da escova em turbilhão; As maiores e as mais pesadas, por normas as mais visíveis, ficam retidas no saco ou na água. As mais pequenas, aquelas que os nossos olhos não vêm e que por sinal são as mais prejudiciais para a saúde, entram pelo bocal do aspirador e são de seguida expelidas a grande velocidade em conjunto com o fluxo de ar. O aspirador ao invés de as reter, acaba por funcionar como agente disseminador.

Foi esta a razão que levou à adopção dos filtros Hepa nos aspiradores. Ao tradicional saco ou depósito de água capazes de reter as partículas grandes e pesadas, juntou-se um elemento de filtragem de alto desempenho – filtro hepa – capaz de reter o que não se vê, ácaros, fezes de ácaros, pólens, bactérias, vírus.
Como é óbvio, estes poluentes não são apenas prejudiciais aos asmáticos e alérgicos, embora seja por normas nestes indivíduos que os sintomas se manifestam.

Quando se aspira com um aspirador munido de filtro Hepa garantimos que o ar expelido pelo mesmo é mais puro, como se de um purificador de ar se tratasse.

Pontos-chave para uma limpeza anti-alérgica.

  • Evitar o uso de espanadores, panos de pó secos, vassouras e aspiradores convencionais.
  • Usar panos de fibra – tipo toalhitas – não reutilizáveis, para evitar a contaminação.
  • Usar esfregonas húmidas para aplicar produtos de conservação no chão.
  • Usar exclusivamente aspiradores com filtro hepa.
  • Aspirar regularmente sofás, peluches, almofadas e colchões.
  • Aspirar cortinas, cortinados e reposteiros.
  • Limpar os locais menos acessíveis – rodapés, por de baixo dos móveis e das camas, com mais pormenor, aspirando de seguida.
  • Limpar gavetas e armários pelo interior com regularidade.
  • Regularmente aspire ou lave as paredes com um pano húmido de solução desinfetante (sabão).

Notas gerais

  • Dê preferências a materiais fáceis de lavar e susceptíveis de serem lavados a pelo menos 60ºC, pois só a partir desta temperatura se eliminam os ácaros.
  • Evite tapetes e cortinados pesados, pois são mais difíceis de lavar e aspirar, com têm mais “matéria” onde os ácaros podem nidificar.
  • Evite paredes com papel colado. Prefira paredes simples, lisas fáceis de lavar.
  • Evite alcatifas, prefira soalhos laváveis, envernizados ou encerados.
  • Areje sempre os quartos.
  • Mantenha os quartos arrumados.
  • Use estantes com vidro para guardar livros.

LIGUE JÁ!